Notícias

Alberto Batista em entrevista

07/01/2014

Associação de Atletismo de Aveiro (AAA) - Satisfeito com a distinção?

Alberto Batista (AB) – Claro que sim. Esta foi a segunda vez que ganhámos este prémio e acho que é bom porque é uma forma de incentivar os clubes que, na minha opinião, são a força do atletismo. Os atletas também são, mas sem os clubes eles não existiam.

 

AAA – Quanto atletas tem os Serviços Sociais dos Trabalhadores do Município de São João da Madeira filiados?

AB –Federados, neste momento, são 121. Mas tenho mais 110 novas inscrições para enviar.

AAA – Há quantos anos existe o clube?

AB - O clube, em si, tem mais de 50 anos. Agora, a secção de atletismo existe nos Serviços Sociais vai para 15 anos, criada por mim com o apoio de uma vereadora da Câmara Municipal de São João da Madeira.

 

AAA – E porquê a criação do atletismo na autarquia?

AB - A razão é muito simples: eu sou funcionário da Câmara, mas primeiro ainda tentei levar o atletismo para a Sanjoanense. Como, na altura, não me deram ouvidos, falei com a vereadora e tudo se resolveu. Para além disso, também fui atleta

AAA – Onde?

AB – No Sporting de Lourenço Marques, Desportivo de Lourenço Marques, Benfica de Lourenço Marques, por exemplo. Eram, no fundo, os grandes clubes de Moçambique. Como, mais tarde, fui colocado em São João da Madeira, continuei com a modalidade.

AAA - Que objectivos têm nos Serviços Sociais dos Trabalhadores do Município de São João da Madeira?

AB - Este clube, importa dizer, é diferente dos outros porque não é só desporto, mas também promovemos a solidariedade com as famílias que são os grandes parceiros no mundo do atletismo. Aquilo que nos preocupa, em primeiro lugar, é formar homens para que no futuro sejam grandes doutores, engenheiros, sapateiros, enfermeiros. A nossa missão é tirar os jovens da rua, afastá-los das porcarias como a droga, o álcool, e outras. Queremos mantê-los, como se costuma dizer, longe desse “mundo de cão”.

 

AAA - E títulos?

AB - Se fizermos bem o que mencionei atrás, já são títulos que ganhamos. Mas, é lógico, no panorama desportivo se podermos ter campeões distritais, nacionais, europeus ou mundiais também ficamos satisfeitos. Aliás, gostaria de dizer que somos a maior força das provas de benjamins. Se não fossemos nós, talvez não houvesse competição neste escalão.

Apoios

© 2020 Associação de Atletismo de Aveiro
by INOVAnet